- SP
Publicidade

Caixa determina troca de solo para liberar obra de praça no Boqueirão

Máquinas cedidas pela Acertar (Associação das Cerâmicas de Tatuí e Região) iniciaram no sábado, 18, processo de troca de solo no terreno do antigo curtume, no Boqueirão. No local, será construída a Praça dos Esportes e da Cultura (PEC). A substituição é uma exigência da Caixa Econômica Federal, responsável pela liberação dos recursos obtidos pelo município em convênio com o governo federal. De acordo com o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Aleksander Chaves dos Santos, a troca do solo representa a última etapa antes do início da construção, que será terceirizada. A PEC terá 3.000 metros quadrados de área construída e investimento de R$ 2 milhões. Os recursos federais provêm do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e foram anunciados no final de 2010. Como contrapartida do município, o convênio prevê a preparação do terreno. Conforme o secretário, a necessidade de substituição do solo já estava prevista pela pasta municipal. “Nós sabíamos que o solo deste terreno não é bom, por isso imaginávamos que seria necessário fazer este trabalho”, afirmou. Santos explicou que a troca é necessária devido ao fato de o terreno ter sido utilizado como depósito clandestino de entulho e lixo. “O solo que existe aqui não é bom para construção porque tem muito entulho e matéria orgânica. Essa exigência está certa, pois, para construir a praça, precisa dar uma sustentação melhor ao terreno”. O processo de troca do solo, segundo o secretário, não é um trabalho complexo do ponto de vista da engenharia. “Demarcamos a área de 3.000 metros quadrados da futura praça e vamos retirando a terra. Vai ficar uma espécie de piscina”, explicou. O espaço aberto será preenchido com argila e, então, feito um trabalho de compactação controlada. Mesmo não sendo complexo, o processo de troca do solo é considerado relativamente caro pela Prefeitura. Por conta disso, a municipalidade recorreu à parceria com a Associação de Ceramistas. Informações extraoficias indicam que seria necessário gastar aproximadamente R$ 400 mil. De acordo com Santos, a Acertar está participando da obra de forma voluntária.Parceria semelhante, entre a Prefeitura e a associação, ocorreu no início de 2011, no mesmo terreno. Na ocasião, houve a necessidade de se escavar o solo para a troca de tubulações. Emprestando máquinas, a Acertar colaborou com o fechamento de um buraco de 25 metros de profundidade. A participação fez com que a obra terminasse em prazo menor. O terreno do antigo curtume fica em cima de aduelas que coletam água da chuva em pontos da região central. “Também há um pequeno córrego que é canalizado e passa pelo local”, afirmou o secretário. No entanto, conforme Santos, a área que será ocupada pela PEC não ficará em cima da tubulação. “A praça ocupará apenas uma parte do terreno que a Prefeitura tem no local”, informou. Na avaliação do titular de Obras e Infraestrutura, a construção da praça não trará benefícios apenas para as áreas do esporte e da cultura. A previsão é de que o empreendimento resolva um antigo problema ambiental. “Aqui, nós tínhamos pessoas jogando lixo e entulho. Várias medidas foram tomadas para sanar este problema, e eu acredito que vai ser sanado definitivamente quando esta praça for construída”. A ordem de serviço para o início das obras deverá ser emitida assim que a troca de solo estiver concluída. Segundo Santos, o processo licitatório já está concluído. “A empresa vencedora é a Construtora Imprej, de Sorocaba. É a mesma empresa que construiu o novo fórum”, adiantou. O secretário informou que a primeira reunião com os representantes da empresa já foi realizada. “Eu acredito que dentro de 30 dias estará sendo iniciada a construção da praça”, afirmou. O edital da concorrência pública prevê prazo de 180 dias para a execução da obra. O tempo é contabilizado a partir da emissão da ordem de serviços. O projeto da PEC local prevê construção de dois edifícios multiuso, os quais vão abrigar uma biblioteca, um telecentro, um auditório com 60 lugares e uma sala para equipe do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). Também haverá uma academia de ginástica ao ar livre, pista de skate, quadra poliesportiva coberta, brinquedos infantis e pista de caminhada. “Tudo dentro deste complexo, que não será apenas uma área verde”, concluiu Santos.    

Outras notícias

  • Imagem Mutirão de combate ao Aedes aegypti recolhe 10 toneladas de materiais inservíveis

    Mutirão de combate ao Aedes aegypti recolhe 10 toneladas de materiais inservíveis

  • IPTU com 5% de desconto vence sexta-feira

  • Imagem Educação Municipal informa calendário de volta às aulas

    Educação Municipal informa calendário de volta às aulas

  • Imagem  Moradores do Cidade Jardim apresentam demandas à Prefeitura

    Moradores do Cidade Jardim apresentam demandas à Prefeitura

  • Imagem Área de Lazer do Selmi Dei recebe melhorias e Academia ao Ar Livre

    Área de Lazer do Selmi Dei recebe melhorias e Academia ao Ar Livre

  • Imagem Cultura no Samba especial abre o Carnaval Para Todos 2016

    Cultura no Samba especial abre o Carnaval Para Todos 2016

  • Prefeitura mantém atual horário de atendimento

  • Dia 30 tem mutirão de combate ao Aedes aegypti na Vila Xavier

  • Valle Verde recebe “Esquenta de Carnaval” nesta sexta (29)

  • Lançamento de protocolo online marca Dia Nacional da Visibilidade Trans